Mitos da aprendizagem

Será que existem mitos da aprendizagem na escola?

Afinal, o que é um mito?

Um mito não é uma realidade, mas é um tipo de explicação para um determinado comportamento ou para a origem de algumas coisas.

Usamos também a palavra mito, no sentido de ser tão fantástico que fica difícil acreditar!

Tipo, aquele homem é um mito! Uma lenda! É tão inacreditável o que ele faz ou fez, que a gente tenta explicar como mito.

Na escola temos ainda alguns mitos para explicar como funciona a aprendizagem. Apesar de muitos estudos e inovações que vem acontecendo nos últimos anos, professores e alunos se prendem em algumas ideias de forma fixa, sem considerar outras possibilidades, ou seja, criando mitos.

Vamos conhecer alguns?

Mito 1: “Todos os alunos em uma sala de aula e com um professor, irão aprender a matéria.”

Infelizmente alunos não aprendem só que estão no ambiente da sala de aula é que irão aprender. Tem gente na sala física e na sala virtual que está lá fisicamente mas  a mente não está.

Considero que podemos classificar três tipos de pessoas na sala de aula:

  • Prisioneiros: estão ali porque são forçados. Se pudessem estariam em outro lugar. Foram obrigados pelos pais, sentem a pressão e estão na sala de aula, mas a mente está em outro lugar.
  • Turistas: estão na sala de aula para o encontro social, saber das novidades, compartilhar as histórias e conversar com os amigos. Não tem compromisso com o professor ou colegas de classe nos trabalhos ou atividades. Não se envolvem de verdade com o aprendizado.
  • Estudantes: esses estão ali, porque desejam estar. Tem curiosidade, interagem com o professor e com os colegas, questionam e participam. São alunos de verdade.

Mito 2: “Para aprender o aluno precisa prestar atenção no que o professor está falando”

Utilizamos todos os nossos sentidos para a aprendizagem e a audição é só um deles! Quando falamos de aprendizagem, precisamos lembrar que também temos a visão, o tato, o paladar e o olfato! Quanto mais recursos utilizamos, mais chances temos que os alunos possam aprender ao interagir com o conhecimento. Prepare suas aulas utilizando recursos visuais, auditivos e cinestésicos e assim, você poderá envolver muito mais os alunos no processo de aprendizagem!

Deu para perceber que o fato de estar no ambiente escola não vai necessariamente proporcionar para o aluno a aprendizagem. E que ministrar as aulas de uma única forma, também não vai ajudar nesse processo. É preciso ir além, pensar em novas possibilidades, expandir as ideias e criar estratégias.

Quer saber mais sobre isso?

Acesse o nosso curso: Segredos da Aprendizagem e conheça melhor sobre os Estilos de Aprendizagem: Visual, Auditivo e Cinestésico.

Expanda suas ideias.

 

Faça parte da nossa Lista Vip
Invalid Input
Informe seu nome :)
Email invalido