Fazer o que gosta ou Gostar do que faz?

O tempo todo a gente faz coisas que gosta e que não gosta.

Mas como fica na hora de escolher a profissão?

Vamos lembrar da diferença entre profissão e ocupação:

Profissão é a área que de conhecimento, por exemplo, administração. A minha profissão poder ser então: administrador, engenheiro, advogado, consultor, professor, etc.

Ocupação é a atividade que eu que exerço a partir dos conhecimentos que adquiri no curso de administração, engenharia, direito, letras, pedagogia, etc.

Quando se pensa em qual curso, qual profissão escolher, é preciso pensar no que você gosta de estudar.

Uma boa dica que eu ouvi hoje está no Podcast do Geronimo Thelm.

O tema do Podcast é: Como Descobrir Seu Talento e Ganhar Dinheiro Com Ele.

E logo no começo ele diz que percebe dois tipos de pessoas:

Tipo 1: a pessoa que precisa trabalhar com seu talento para se sentir realizada e feliz.

Tipo 2: a pessoa que tem um trabalho e que se sente realizada e feliz utilizando seu talento em outro tipo de atividade.

Entre o tipo 1 e o tipo 2, você pode transitar fazendo várias coisas que gosta ao longo da sua vida e mudando entre fazer o que gosta profissionalmente e fazer o que gosta por diversão ou hobby.

Explico: Você pode ser do tipo que prefere a segurança do trabalho, da carteira assinada, da garantia do salário na sua conta no final do mês, e isso pode as vezes nem ser uma escolha, mas uma necessidade. E você se sente realizado em outras atividades, que o seu salário proporciona tipo: com o salário que você ganha no trabalho, pode se dedicar nas horas vagas e no fim de semana a fazer atividades nas áreas de: artes, culinária, jardinagem, música, etc.

E você está bem assim. O trabalho é a sua segurança e não necessariamente a fonte de felicidade e realização.

Mas tem outras pessoas que precisam sentir que o trabalho, é a fonte de realização e felicidade. Então a pessoa fica em busca de uma atividade que possa ser essa fonte de realização. Ela pode encontrar essa satisfação profissionalmente como médico, artista, engenheiro, professor, entre outras profissões.

Como escolher?

Você precisa pensar, que tipo de pessoa você, em que tipo de atividades você se realiza. A partir dessas respostas, “entrar em movimento” como diz o Gerônimo, e procurar opções de trabalho em que você possa combinar suas áreas de interesse com as suas atividades do dia a dia.

Comece pensando naquilo que você faz bem e que você gosta, pode ser falar com as pessoas, escrever, se comunicar, resolver problemas, lidar com números, enfim muitas coisas!

Faça uma lista e daí procure as atividades que estão relacionadas com isso!

Esse é o primeiro passo para fazer a sua escolha profissional: escolher o curso e a profissão que mais vai combina com você!

Faça parte da nossa Lista Vip
Invalid Input
Informe seu nome :)
Email invalido