Como lidar com a preguiça na hora de estudar?

Você  volta da escola e depois do almoço, está deitado em sua cama dando aquela relaxada. De repente começa a ouvir um barulho bem peculiar e nada agradável: é seu despertador, chegou a hora de se levantar, acabou a pausa! Daí você prepara o ambiente para começar a estudar. No começo, você está bem animado, mas ao passar 20, 30, 40 minutos as coisas desandam. A distração toma conta de você e a preguiça volta com toda força.

Por que será que isso acontece? Como vencer essa moleza na hora de estudar?

 A preguiça na verdade não é algo essencialmente ruim, na verdade ela faz parte de nossa natureza e da de outros animais também, até porque você já viu um elefante fazendo exercícios para perder barriga? Claro que não.

Brincadeiras à parte, podemos dizer que a preguiça é a responsável por fazer os animais não gastarem energia à toa, é como se nosso cérebro nos dissesse “Estudar? Eu não preciso disso pra ficar vivo, acho melhor descansar mais um pouco e economizar minha energia”. Então esqueça aquele papo de que fulano está sempre disposto e não sente preguiça. Entretanto, existem algumas formas de “enganar” nosso cérebro para ficar mais focado durante nossas tarefas.

 

Se mantenha motivado

Os seus estudos devem ter um propósito. Tente se imaginar daqui a algum tempo, quando já tiver alcançado seus objetivos. Uma dica bem legal é fazer um painel com imagens que remetem aquilo que deseja alcançar, por exemplo: se quero passar em Direito na USP posso colar fotos da universidade numa cartolina, além de imagens de advogados e outras coisas que remetem ao sucesso que desejo alcançar. Sempre que você se sentir desmotivado pode olhar no seu painel, assim seus objetivos sempre estarão claros em sua mente.

Cuide da saúde

A falta de disposição pode estar associada a uma má alimentação. Procure ter uma alimentação mais equilibrada, coma alimentos mais leves e que não “forcem” muito o estômago, evite ingerir muitos doces e industrializados. Além disso a prática de exercícios físicos é indispensável, além de manter uma boa aparência física eles liberam hormônios importantes para nossa saúde, como a endorfina que gera a sensação de recompensa e bem-estar.

 

Estabeleça prioridades

Ajustar o cronograma pode parecer até simples, mas é fundamental para o cérebro ‘entender’ a sua rotina e as suas prioridades.

Você pode usar a técnica Pomodoro*, que estabelece um tempo de atenção total e depois minutos de pausa, em seguida, mais tempo de atenção total. Assim seu cérebro vai ficar ligado nos momentos de atenção e relaxar nas pausas, potencializando mais os seus momentos de estudo.

 

*Técnica de Pomodoro

https://guiadoestudante.abril.com.br/blog/dicas-estudo/veja-como-aumentar-a-sua-produtividade-nos-estudos-com-a-tecnica-pomodoro/

 

Libere endorfinas

As endorfinas são substâncias liberadas quando estamos fazendo coisas que a gente gosta muito, e elas são essenciais para manter nosso humor, resistência e resiliência. Por isso inclua na rotina da semana algumas atividades bem prazerosas que irão ajudar a manter as endorfinas em alta e ainda dar forças para manter o foco nos estudos. Pode ser jogar bola com os amigos, sair com a família, ir ao cinema com a namorada e etc. Essas atividades irão ajudar você a manter o equilíbrio físico e mental para manter a sua motivação e não desistir!

 

Agora você leu todas essas dicas é hora de colocar todas em prática.

 Curtiu? Que tal compartilhar com seus amigos?

Faça parte da nossa Lista Vip
Invalid Input
Informe seu nome :)
Email invalido